Tudo o que você precisa saber sobre o coronavírus: ‘Perguntas mais frequentes’

Os cientistas estão se desdobrando para desvendar os mistérios do novo tipo de coronavírus que já infectou milhares de pessoas e está provocando grande preocupação global.

Muitas perguntas já foram feitas sobre essa epidemia em rápida evolução, mas muitas incógnitas ainda permanecem.

Aqui está o que sabemos até agora sobre o novo coronavírus, tecnicamente chamado de “2019-nCoV”.

1. Qual é a origem do vírus?

Os primeiros coronavírus foram identificados em meados da década de 1960 e este novo é uma nova variação da família coronavírus.

Ainda não está claro como ocorreu a mutação que permitiu o surgimento do novo vírus, mas suspeita-se que ele começou nos morcegos e foi migrando de animais até chegar nos seres humanos.

2. Onde surgiram os primeiros casos?

As autoridades chinesas notificaram casos de uma doença semelhante a pneumonia em 31 de dezembro de 2019, na cidade de Wuhan, China.

As investigações mostraram que as pessoas afetadas tinham alguma ligação a um mercado em Wuhan. O mercado foi fechado para limpeza e desinfecção, mas o primeiro caso da doença não tinha nenhuma associação com o local, então a duvida continua.

3 . O que é responsável pela transmissão?

Não há nada claro em relação a isso, mas a suspeita é que foi por algum animal selvagem e uma pesquisa de cientistas chineses diz que a hipótese mais provável é que seja uma cobra.

4. Quais países foram infectados?

Os casos foram registrados na China e em outro 15 países de 4 continentes: Estados Unidos, Canadá, França, Emirados Árabes, Austrália, China, Nepal e outros países da Ásia.

A doença foi espalhada para todas as províncias da China, menos na região do Tibete.

Leia Também: Planeta recém-descoberto pode conter água

5. Onde ocorreu a primeira morte?

O primeiro morto foi um homem de 61 anos, em 9 de janeiro na China. Ele foi hospitalizado com pneumonia grave e dificuldades de respiração, morrendo logo após uma parada cardíaca.

Até aquele momento, 41 pessoas já haviam sido infectadas.

6. Que medidas foram adotadas para evitar a proliferação do vírus?

Vários locais da China suspenderam a circulação do transporte público, para tentar evitar que o vírus se espalhe.

Wuhan está sob quarentena e as autoridades chinesas estão construindo um hospital com um mil leitos para atender os casos da doença. O Ministério de Ciência e Tecnologia da China começou oito projetos para tentar solucionar a doença.

Países como Estados Unidos, Turquia, Rússia e Austrália já passaram a utilizar monitores infravermelhos para identificar possíveis casos da doença em seus aeroportos.

7. Como ocorre a transmissão?

Já foi comprovado que os humanos podem transmitir entre si o vírus, o que acelera ainda mais sua proliferação.

O que ainda precisa ser esclarecido, de acordo com o cientistas, é a capacidade de transmissão.

“O vírus é da mesma família dos coronavírus, mas, por ser novo, não se sabe quão contagioso ele é. Só sabemos que as pessoas foram até o mercado da China. Mas qual é o nível de contágio? Pode ser só via aérea, secreções?” explicou o infectologista, Leonardo Weissmann.

8. Quais são os sintomas?

Os sintomas identificados até o momento são: febre, tosse, dificuldade em respirar, falta de ar e em casos mais graves também foi registrado pneumonia, insuficiência renal e síndrome respiratória aguda grave.

9. É só um surto ou o vírus será permanente?

Ainda não se sabe, diferentes tipos de vírus tem comportamentos diferentes, como exemplo o da catapora, ele não volta a causar a doença novamente após a primeira infecção.

10. Há vacina disponível?

Não há nenhuma vacina disponível no momento, mas as pesquisas continuam e em alguns meses já devemos ter algum progresso.

Leia Também: China constrói hospital em apenas 10 dias para combater novo vírus coronavírus


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Russo burla companhia aérea e embarca com gato gordinho que estava acima do peso: ‘Ele foi pego’
Pastor Alemão viaja de moto com seus pais: ‘Nós criamos um porta-cães na garupa’
As incríveis ‘bolhas’ transparentes dentro de selva da Tailândia onde você pode dormir
Coruja é resgatada porque estava gordinha demais para voar