Sonda da NASA fotografa cratera em Marte que faz lembrar “obra de arte”

A sonda Mars Reconnaissance Orbiter, da NASA, fotografou uma bela imagem de uma cratera localizada no sistema de cânions Valles Marineris, em Marte. A depressão geográfica é uma das maiores já fotografadas pela sonda, mede de 15 a 16 metros de profundidade e foi capturada em abril deste ano pela câmera High-Resolution Imaging Science Experiment (HiRISE), que está a uma altitude de 255 quilômetros em relação à superfície do Planeta Vermelho.

A cratera foi descrita como uma “obra de arte” em um comunicado da HiRISE e foi colorida artificialmente. De acordo com os pesquisadores, a área em azul mostra os locais nos quais o material da superfície do planeta foi mais danificado pelo impacto que formou a cratera.

A pesquisadora Veronica Bray, da Universidade do Arizona, estima que a cratera tenha sido formada entre setembro de 2016 a fevereiro de 2019, como resultado do impacto de um meteorito de 1,5 metro.

Outra hipótese possível é de que a cratera flagrada pela Mars Reconnaissance Orbiter seja um produto final de uma reação físico-química que ocorreu com dunas, lava e vento (o que teria garantido o seu formato).

Recentemente, a sonda da NASA foi responsável por flagrar uma formação muito curiosa e parecida com o símbolo da organização Frota Estelar, causando surpresa para os fãs de Star Trek.

Conheça Presley, o Scooby-Doo da vida real e que tem medo de tudo
25 fotos engraçadas de cachorros implorando por comida em que você não consegue dizer não
Cadela trapaceira foge de casa e finge ser abandonada para conseguir hambúrgueres
Dono abandona Lulu da Pomerânia de cinco meses por ser ‘muito grande’, e se arrepende amargamente