Crânio de tubarão gigante pré-histórico foi encontrado em uma caverna subterrânea

Quando uma equipe de campo do “Parque da Capital Nacional de Maryland” e da “Comissão de Planejamento do Parque de Dinossauros” foram fazer mais uma de suas pesquisas em uma caverna localizada em Kentucky (EUA), eles encontraram uma enorme caveira de tubarão, que estava embutida na parede da caverna.

Mesmo que esse local esteja longe do oceano no momento, a descoberta mostra que esse antigo labirinto subterrâneo já foi um lar de diversos tubarões no passado.

O novo crânio fossilizado foi encontrado no “Mammoth Cave National Park” [Parque Nacional da Caverna Mammoth] , o sistema de cavernas mais conhecido do mundo, que se estende por pelo menos 643 quilômetros.

Essa não foi a primeira evidência de que havia tubarões neste labirinto de cavernas. A equipe de pesquisa de fósseis de tubarão do “Mammoth Cave National Park” já descobriu mais de 100 espécimes diferentes de tubarões aqui. Entretanto, a maior parte dos indícios da vida pré-histórica no local era na forma de dentes, porque são feitos com fosfato de cálcio, uma substância super resistente que tende a permanecer muito bem preservada ao longo de milênios.

Um crânio é uma incrível descoberta, muito mais rara, pois os esqueletos de tubarão são feitos de cartilagem, não de ossos.

Os restos fossilizados incluíam: mandíbula inferior, alguma cartilagem craniana e vários dentes. A espécie encontrada de tubarão, já considerada extinta, é conhecida como Saivodus striatus, e tinha o tamanho de um tubarão-branco dos dias de hoje, com 3,4 a 4 metros de comprimento.

“A preservação desses fósseis de tubarão é excelente”, disse o “Mammoth Cave National Park”, em um post no Facebook.

“Como a caverna não é exposta a elementos externos, como chuva, neve e vento, a taxa de erosão do calcário ali é lenta, portanto os fósseis tendem a ser muito detalhados e praticamente intactos”.

Os tubarões viviam nessa área há cerca de 330 milhões de anos atrás. Além disso a espécie de tubarões começou a existir, há pelo menos 450 milhões de anos atrás – mais velhos que as árvores e os dinossauros.

20 mamães gatas orgulhosas de seus lindos filhotes
‘Porcos gamers’: Cientistas ensinam porcos a jogarem videogame com focinho
Homem é morto pelo seu próprio galo de rinha na Índia
Ovelha selvagem junta 35kg de lã após viver 5 anos em bosque da Austrália