Gato morre aos 31 anos, o equivalente a 150 anos humanos

Na última sexta-feira (3), Rubble, considerado o gato mais velho do mundo, faleceu aos 31 anos em sua casa.

A norte-americana Michele Heritage, de 51 anos, dona do gatinho, o adotou quando ele ainda era um filhote e conta que Rubble apresentou um “comportamento de despedida” antes de vir à óbito.

Ela conta que a longevidade de Rubble se deve ao fato de que ela não teve filhos e cuidou dele como se fosse um.

Os incríveis 31 anos de vida do gato equivalem a 150 anos humanos. “Eu o peguei pouco antes do meu aniversário de 20 anos, quando ele era um gatinho. Rubble foi um companheiro incrível com o qual tive o prazer de viver por tanto tempo”, afirma.

Leia também: NASA publica vídeo incrível que mostra 1 década do Sol em menos de 2 minutos

No Natal passado, Michele e seu marido notaram que Rubble estava diferente e entenderam que aquela seria a última ceia ao lado do gato. “Ele envelheceu muito rapidamente no final, ele começou a parar de comer e só bebeu água. Ele ficou muito magro”, conta.

“Fui trabalhar como de costume e, quando cheguei em casa, meu marido disse que Rubble havia percorrido a estrada como fazia todos os dias e nunca mais voltou, então acreditamos que ele morreu como os gatos”, disse.

Confira mais fotos do gatinho:

#1

#2

#3

Leia também: Sambista Arlindo Cruz volta a falar três anos depois de sofrer um AVC

Matéria escrita por Gabriel Pietro em exclusividade para o Solitary Δ.. Siga-me no Instagram clicando aqui.

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

20 mamães gatas orgulhosas de seus lindos filhotes
‘Porcos gamers’: Cientistas ensinam porcos a jogarem videogame com focinho
Homem é morto pelo seu próprio galo de rinha na Índia
Ovelha selvagem junta 35kg de lã após viver 5 anos em bosque da Austrália