Dupla de amigos percorre os lugares que Marco Polo desbravou durante suas viagens

Dois amigos que sempre quiseram explorar as regiões onde Marco Polo visitou em suas viagens relatam como foi a experiência, confira:

Eu sempre quis explorar as regiões onde Marco Polo visitou durante suas lendárias viagens. Então, quando a chance apareceu, eu a aproveitei sem pensar muito. E o que poderia ser melhor do que uma caminhada de 5 dias e 70 km até um dos mais altos assentamentos habitados da Europa?

Chegamos à região de Svanetia, cidade de Mestia, à noite, depois de uma viagem horrenda que nos levou através dos mares, montanhas e profundos vales verdejantes. Tudo isso, apenas para realizar um sonho.

Já era tarde e os artesãos e trabalhadores da seda já haviam fechado suas barracas. As ruas eram governadas pelos vendedores de comida. No entanto, a comida teve que esperar. Primeiro de tudo uma taberna para ficar.

Passamos pela primeira onde ficamos por um tempinho, ouvindo o barulho das vozes. Como sempre, a essa hora estava cheio de gente. Nós não entramos. Tínhamos outra taberna em mente um pouco mais adiante, nos arredores da cidade, que nos foi recomendado por alguém que visitou esta vila de antemão.

Pela janela do nosso quarto, percebemos que toda a cidade estava decorada com torres antigas que eram usadas para proteger as tribos vizinhas. Elas foram tão bem construídas que a região oficialmente nunca foi conquistada.

Os arredores da vila ainda têm a sensação de um lugar antigo, como nas histórias de Marco Polo, embora o centro da cidade pareça mais com os locais turísticos montanhosos da Áustria.

Nossa caminhada nos levou por muitos vales e vilas esquecidas na Geórgia, região de Svanetia.

Parecia rústico como você imaginaria uma vila medieval. Construído em um penhasco num vale muito estreito, alguns passos à direita e você cairia no rio, descendo o penhasco íngreme. Os viajantes e os moradores locais que voltaram recentemente reverenciam esse recurso. Com ruas sujas cheias de excrementos e sujeira de gado, com alguns dos edifícios caindo, enquanto outros estavam sendo reparados.

Aqui eles são mais falantes e amigáveis, sempre prontos para uma bebida e diversão, diferente da vila anterior. Ficamos em uma taberna chamada Nino e Tarzan, com um grupo amigável que preparou um ótimo jantar.

Caminhamos cerca de 70 km, por 5 dias, antes de chegarmos à parada final de Ushguli. A vila mais alta da Europa.

Essas são as 15 raças de gatos mais populares e suas respectivas origens
Fotógrafo captura como são os olhos de alguns dos animais mais distintos da Terra (25 fotos)
Internautas criam grupo para compartilhar as melhores fotos de doguinhos que encontram na rua
Cachorrinho de rua deita em varanda de família para descansar e acaba sendo resgatado