Desafio astronômico para a próxima década é encontrar planetas habitáveis

O maior desafio dos astrônomos até 2030 é encontrar planetas que estejam em zonas habitáveis e analisar com mais detalhes suas atmosferas. Para concretizar tal meta, já colocaram a mão na massa e com o apoio da tecnologia disponível duas missões espaciais de grande importância serão lançadas nessa década, com os telescópios JWST e WFIRST.

Na Terra, o poderoso LSST começará a varrer o céu do Hemisfério Sul agora, em 2020. Enquanto isso, o maior telescópio do mundo, o ELT, começará a ser testado em 2025. Sendo assim, é possível prever que as grandes revelações da década estarão nos campos de matéria escura, energia escura e exoplanetas, que são os temas centrais destes novos instrumentos.

Os componentes da energia e matéria escura, que compõem respectivamente 72% e 23% do universo, permanecem sendo enigma. Eles estarão em foco, nos próximos anos. O ano de 2020 começou com uma boa notícia: a astrônoma Vera Rubin que propôs a existência de matéria escura ganhará uma homenagem. Isso acontecerá quando o LSST ganhar o seu nome.

No campo de exoplanetas, espera-se uma visão direta dos planetas ao redor de outras estrelas. Também há a expectativa da confirmação visual de alguns dos milhares de planetas descobertos, pela variação do brilho ou da velocidade das estrelas, quando os planetas passam em frente a elas.

Veja também:

A década que acabou recentemente registrou momentos astronômicos que ficarão marcados na história. Em 2019, finalmente foi registrada a fotografia de um buraco negro. Pela primeira vez, em 2015, foram detectadas as ondas gravitacionais que são produzidas pela colisão entre buracos negros.

Desde 2009, foram descobertos milhares de planetas ao redor das estrelas com a ajuda do satélite Kepler. A curiosidade e a imaginação humana são infinitas na busca de novas descobertas que beneficiem a humanidade.

Veja também: 


Gostou da matéria? Compartilhe. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Nina, a cadela pinscher fofoqueira que olha a vizinhança através de um cano
Novo vírus da gripe com ‘potencial pandêmico’ é encontrado na China
Leão com câncer em estágio terminal se despede de sua cuidadora: ‘É como uma mãe pra ele’
Sem turistas para incomodar, onça se acostuma a ‘desfilar’ por passarela no Pantanal