Coruja é resgatada porque estava gordinha demais para voar

Não é incomum fazermos uma dieta antes do verão para perder as gordurinhas e ficar em forma para ir a praia e se acabar de tanto comer nas férias, mas aposto que você nunca ouviu falar de uma coruja que estava gorda demais até para voar.

Este é o caso de uma pequena corujinha que foi resgatada. Ela recebeu o nome de “Plump”[Gordinha, em inglês] e foi encontrada em uma vala no início deste mês pelo “Santuário de Suffolk Owl”, no Reino Unido.

Inicialmente, assumiu-se que ela havia sido ferida ou que suas asas molhadas estavam impedindo seu voo, mas uma inspeção mais detalhada revelou que a coruja fêmea estava, na verdade, com excesso de peso. Nas palavras do santuário, ela era “extremamente obesa”.

Leia Também: Shaquille O’Neal lamenta morte de Kobe Bryant: “Eu realmente perdi um irmão”

De volta ao santuário, os veterinários descobriram que a coruja pesava cerca de 245 gramas (0,54 libras), cerca de um terço a mais do que a média. Esse excesso de peso era tão significativo que estava afetando sua capacidade de voar!

A coruja pertence a uma espécie muito comum chamada “Athene noctua”, que vive em grande parte da Europa, Ásia e norte da África.

É surpreendente que as aves selvagens consigam ficar tão acima do peso, sem falar nas aves de rapina, então essa situação é muito peculiar. Especialistas no santuário suspeitam que a coruja possa ter sido mantida em cativeiro, onde foi superalimentada antes de escapar para a natureza. No entanto, após algumas experiências, eles concluíram que esse não era o caso, a pobrezinha não tinha ninguém para culpar, a não ser ela mesma.

“Estamos confiantes de que esse pode ser apenas um caso incomum de obesidade natural! Depois de uma investigação mais aprofundada, também descobrimos que a área onde ela foi resgatada estava cheia de ratos e ratazanas devido ao inverno quente e úmido que vivemos em dezembro ”, escreveu o “Suffolk Owl Sanctuary”, em um post no Facebook.

“Desde então, ela passou algumas semanas conosco sob observação e foi submetida a uma dieta rigorosa”.

A rotina de perda de peso de Plump fez maravilhas. Depois de perder suas graminhas e adquirir suas antigas habilidades de voo, ela foi libertada de volta ao interior da Inglaterra.

Leia Também: Cientistas conseguem levitar objetos com o som; confira a ‘levitação acústica’!


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Nina, a cadela pinscher fofoqueira que olha a vizinhança através de um cano
Novo vírus da gripe com ‘potencial pandêmico’ é encontrado na China
Leão com câncer em estágio terminal se despede de sua cuidadora: ‘É como uma mãe pra ele’
Sem turistas para incomodar, onça se acostuma a ‘desfilar’ por passarela no Pantanal