Comissário de bordo da macetes de voo imperdíveis: ‘Você pode escolher o lugar que quiser’

Ao contrário do que as pessoas podem imaginar, comissários de bordo não tem uma vida tão fácil assim. Eles não fazem viagens de graça e não viajam para onde querem, o que não quer dizer que essa não seja uma ótima profissão se você gosta de viajar.

Gabriel Santos, é um comissário de bordo de 26 anos que trabalha em uma empresa aérea dos Emirados Árabes Unidos, no Oriente Médio.

O jovem adulto que já está nesse ramo há 3 anos, separou algumas dicas importantíssimas que você precisa saber sobre os aviões.

Leia Também: Viajante retrata belíssima região dos Alpes durante o inverno

Confira algumas das dicas e curiosidades:

“Evite ao máximo andar descalço no avião! É cada coisa que a gente vê que vocês não acreditariam.”

“Leve um garrafa plástica vazia, assim você não precisa pedir um copinho pequeno toda vez. Isso facilita a vida do comissário e a sua.”

“As primeiras fileiras são perfeitas se você quer desembarcar primeiro, ou até mesmo ser o primeiro a escolher a comida.”

“Peça no check-in um assento livre para colocar seu bebê durante o voo (caso ele já seja grandinho)”

“Não viaje com seu nariz entupido ou até mesmo com obturação/canal recém feito, porque o ar dentro do dente vai expandir e te causar muita dor”

“Quando você ouvir ‘tripulação check de portas’, significa que todos os passageiros embarcaram. Nessa hora você pode mudar de assento pra qualquer um que você achar livre (exceto os que são necessários pagar uma taxa extra)”

“Se o sacolejo te incomoda ou te dá medo, escolha sua poltrona nas primeiras fileiras (a turbulência afeta menos a parte da frente).”

“Caso tenha diabetes, você pode pedir a tripulação que guarde sua insulina no refrigerador”

“Se você pensa que comissários viajam o mundo todo, está muito enganado. A rota não é fixa, mas pode ficar sendo repetida por meses”

“A comida dos passageiros, do piloto e dos copilotos é sempre diferente, assim não há perigo de intoxicação alimentar ou algum outro problema”

“Comissários dependem de lugares vazios para viajar e ainda pagam 10% da passagem junto com as taxas de embarque do aeroporto”

“Caso um passageiro decide a bordo que quer sair do voo, é preciso verificar todos os lugares pelos quais ele passou e identificar se deixou alguma bagagem no avião, pois ele pode ter deixado uma bomba”

Leia Também: Aeroporto mantém uma equipe especial com 23 animais de terapia para acalmar os passageiros


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Russo burla companhia aérea e embarca com gato gordinho que estava acima do peso: ‘Ele foi pego’
Pastor Alemão viaja de moto com seus pais: ‘Nós criamos um porta-cães na garupa’
As incríveis ‘bolhas’ transparentes dentro de selva da Tailândia onde você pode dormir
Coruja é resgatada porque estava gordinha demais para voar